Tema: Ele compreende | Data: 20/07/2018

O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei? Quando os malvados, meus adversários e meus inimigos, se chegaram contra mim, para comerem as minhas carnes, tropeçaram e caíram. Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim,   nisto confiaria. Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo. Porque no dia da adversidade me esconderá no seu pavilhão; no oculto do seu tabernáculo me esconderá; pôr-me-á sobre uma rocha. Também agora a minha cabeça será exaltada sobre os meus inimigos que estão em redor de mim; por isso oferecerei sacrifício de júbilo no seu tabernáculo; cantarei, sim, cantarei louvores ao Senhor. Ouve, Senhor, a minha voz quando clamo; tem também piedade de mim, e responde-me. Quando tu disseste: Buscai o meu rosto; o meu coração disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei.  Salmos 27:1-8

Algumas crianças têm dificuldade para dormir à noite. Minha filha explicou-me uma das razões para isso, quando me virei para sair de seu quarto certa noite. “Tenho medo do escuro”, disse ela. Tentei aliviar o seu medo e deixei uma lâmpada acesa para que ela tivesse certeza de que seu quarto estava livre de monstros. Não pensei mais sobre o medo da minha filha até algumas semanas mais tarde, quando meu marido fez uma viagem de negócios. Depois de me acomodar na cama, o escuro parecia me envolver. Ouvi um pequeno barulho e pulei para investigar. Acabou por ser nada, mas finalmente entendi o medo da minha filha, quando eu mesma o experimentei. Jesus entende os nossos medos e problemas porque Ele viveu entre nós como um ser humano e suportou os mesmos tipos de problemas que enfrentamos. “Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer…” (Isaías 53:3). Quando lhe descrevemos as nossas lutas, Ele não nos deixa de lado, nem minimiza os nossos sentimentos, ou nos diz para sairmos dessa situação, Jesus se identifica com a nossa angústia. De alguma forma, saber que Ele entende pode dissipar a solidão que muitas vezes acompanha o sofrimento. Em nossos momentos mais obscuros, Jesus é a nossa luz e a nossa salvação.

Jesus é nossa luz na noite mais escura.

Tenha uma sexta-feira abençoada por Deus!